O perigo das taxas de administração!

Tempo de leitura: 1 minuto

Essa semana muita gente ficou assustada com a receita dos grande bancos brasileiros advinda da administração de fundos de investimento. Foram arrecadados, em apenas um ano, mais de R$ 4 bilhões!

Isso acontece porque grande parte dos investidores não compreende a dinâmica de cobrança desta taxa. As pessoas acreditam que ela incide apenas sobre o rendimento do período, mas isso é um equivoco, elas incidem sobre o total do patrimônio administrado!

Pasmem, mesmo incidindo sobre tão larga base, há fundos de investimentos bancários, de instituições de grande porte, que chegam a cobrar 6% ao ano de taxa de administração!

Fundos de investimento, renda fixa, CDB, DI, LCA, LCI, Fundos imobiliários, entre outros produtos, costumam cobrar taxas de administração que chegam a 6%, além de outras taxas que não serão objeto desta análise. Desse modo, você, caro leitor, pode estar sendo vítima dessa dinâmica perversa alimentada pelo amplo desconhecimento da população.

Se você possui um plano VGBL, com um prazo de contribuição de 30 anos, administrado a uma taxa de 1,5% ao ano, você pagará, findo esse prazo, aproximadamente 20% do seu patrimônio acumulado em taxas de administração!

Isso mesmo, aquela taxinha de 1,5% ao ano é, na verdade, uma taxa de 20%!

Vejamos um exemplo para facilitar o entendimento:

Imagine que você tem R$ 10 mil reais e deseja depositá-los num plano PGBL para somente resgatá-lo no momento da sua aposentadoria, que será daqui a 30 anos!

Considerando uma rentabilidade média de 8% ao ano, com uma taxa de administração de 1,5 %, você receberá, no final desse plano, R$ 84 mil corrigidos. Durante esse período você pagará R$ 16.496,64 a título de taxa de administração em termos nominais, cerca de 20% do montante acumulado no período!

Não se engane investidor, assuma a gestão do seu patrimônio o quanto antes!

Se você quer saber como mudar essa situação, acesse:

www.tesourodiretosimplificado.com.br

Até o próximo artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 4 =