Brexit

Tempo de leitura: 1 minuto

Surpreendentemente, em meio a toda sangria promovida pelo Brexit, o mercado de juros futuros brasileiros ignorou o ambiente externo e fechou em queda tanto na sexta-feira, 24 de junho, quanto nessa segunda-feira.

Explicar esse movimento é algo demasiado complexo, mas, dentro dessa complexa equação, vislumbro um benefício da dúvida concedido pelo mercado à equipe econômica do Presidente Interino Temer.

Parece que o mercado entende que os prêmios de juros já estão altos o bastante, mesmo com a tensão adicionada pelo ambiente externo. Isso é sinal de que um ciclo de queda mais vigoroso pode estar por vir!

O grande fator contrário a esse movimento é a inflação, que ainda se mostra resiliente. E como credibilidade é algo que se tarda a conquistar, o Presidente do BACEN deve ser muito cauteloso em iniciar esse ciclo de queda da SELIC.

Aos leitores deixo uma advertência, lembrem-se de que o mercado age em saltos, e de forma antecipada. Continuo acreditando que prêmios de 6% a.a. são uma excelente oportunidade de surfar na provável queda dos juros que se aproxima!

Cuidado para não perder essa onda!

Victório Amoedo

www.tesourodiretosimplificado.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − 3 =