Como funciona o título Tesouro IPCA +

Tempo de leitura: 3 minutos

Você sabe como funciona o título Tesouro IPCA +?

É muito simples, este título tem um princípio básico muito interessante, a garantia de rentabilidade real. Esta característica fundamental dá muita atratividade a este tipo de investimento, ainda mais num país como o Brasil, que tem um histórico de inflação elevada.

Nem sempre que seu dinheiro cresce ele está rendendo!

Me explico, um exemplo disto é o investimento na poupança em momentos de inflação alta!

Tomemos como exemplo o ano de 2015, em que a inflação foi de aproximadamente 10% e a rentabilidade da poupança foi de aproximadamente 6%!

Embora o seu investimento tenha “rendido” 6%, todos os preços da economia foram reajustados em 10%, diminuindo a capacidade de compra do seu capital em 4%!

Ou seja, o resultado, em termos reais, do seu investimento foi de – 4%!

Um péssimo negócio, concordam?

É aí que entra o título Tesouro IPCA +!

Este título tem como princípio garantir uma rentabilidade real ao investidor ao pagar, além da variação do IPCA do período, uma rentabilidade real pactuada no momento da compra!

Ela poderá ser de 3%, 4%, 5% ou, até mesmo, 6%, tudo vai depender da situação do mercado no momento da compra do título!

Entenderam como funciona o título Tesouro IPCA +?

Deste modo, se a inflação do ano x for de 10% e a taxa pactuada de rentabilidade foi de 5%, por exemplo, seu capital renderá 15% neste período caso o investidor carregue o título até a data do vencimento.

Mas a rentabilidade contratada será entregue apenas no caso de liquidação do título no vencimento!

Caso o investidor deseje vender seu título antes da data de vencimento contratada, isso será possível, mas ao preço oferecido pelo mercado no momento da venda!

Mas muita atenção, pois alguns investidores desavisados acabam comprando títulos sem saber como este tipo de investimento funciona!

O preço de mercado de um título poderá ser superior, inferior ou igual ao preço de compra! Isto significa que é possível que o investidor venha a incorrer em prejuízo caso venda títulos do tipo IPCA + a uma taxa inferior à praticada pelo mercado no momento da venda!

Isso mesmo, o investidor poderá incorrer em prejuízo no caso da venda antecipada.

Imaginem que Pedro comprou o Título IPCA + 2035 à taxa de 5% ao ano, mas, ao precisar de dinheiro para pagar algumas contas, resolve vender seus títulos públicos antes do vencimento, que seria em 2035.

Ocorre que, no momento da venda, a taxa de juro deste mesmo título é de 6%, mais atrativa, portanto, que a taxa contratada por Pedro a um ano atrás.

Neste caso específico, como o prazo de vencimento é longo, é provável que o título de Pedro tenha um valor de mercado inferior ao valor pago por Pedro a um ano atrás. Sendo assim, Pedro vai ter que assumir um prejuízo para pagar as suas contas.

Mas notem que isso só acontece no caso de venda antes do vencimento. Caso Pedro carregue o título até 2035, lhe será pago os 5% ao ano real contratado.

Onde você pode encontrar estes preços?

Na página de preços e taxas do Tesouro Direto, conforme a tabela abaixo:

screen-shot-02-23-16-at-11-44-am

Notem que, para o mesmo título, existe um preço de compra, que é aquele que você paga para comprar o título, e um preço de venda, que é o que o Tesouro Nacional paga para você em caso de venda antecipada!

Entenderam como funciona o título Tesouro IPCA +?

Quer saber mais sobre o tema? Visite o site www.tesourodiretosimplificado.com.br e aprenda a investir no Tesouro Direto com segurança e muita rentabilidade!

Um abraço!

 

8 Comentários


  1. No extrato do tesouro, não aparece a rentabilidade com inflação,só a marcação a mercado, certo? A inflação, só no vencimento do título?

    Responder

    1. Exatamente Roberto, mas você tem como verificar o valor do IPCA + a rentabilidade contratada no gráfico do extrato, que mostra o preço teórico (que seria a rentabilidade proporcional) e o real, que é o resultado da marcação a mercado!

      Responder

  2. Olá Victório. Sou um assíduo leitor do seus artigos e explicações sobre o Tesouro Direto. Por sinal você explica muito bem como investir no Tesouro. Confiando em suas informações, gostaria que me desse uma dica em quais títulos do Tesouro eu poderia investir cerca de R$120.000,00 no dia 12/04/2017. O que você acha do IPCA+2019 (NTNB) mais o Pré-fixado(LTN) 2019? Pretendo inclusive levá-los até a data de vencimento. Atenciosamente te agradeço.!

    Responder

    1. Olá Amilton, são boas opções, salvo o 2019, que não está mais disponível. Você pode substituí-lo pelo 2024!
      Com esses valores recomendaria que você estudasse um pouco mais, há mais opções além do Tesouro Direto na Renda fixa! Recomendo que consulte os relatórios do Desvendando o Tesouro Direto, que analisa o mercado de títulos públicos e privados, incluindo debêntures e CDBs! Você pode consultar no http://www.desvendandotesourodireto.com.br
      Bons investimentos!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + 1 =